Indignação com as agressões ao meio ambiente

Não sei mais com quem reclamar! Já falei com os veículos de comunicação – jornais e Televisão – com Vereadores, com a Secretaria de meio Ambiente – Srª Jussara – e até com o próprio prefeito Vitor Lippi, nessas tais plenárias Cidadãs, que no meu entendimento não passe de mero engodo, uma vez que problemas cruciais não são resolvidos.  Falo mais uma vez do tratamento que a cidade vem dando ao Porco (Eco) Ponto – pois tratam o lugar como chiqueiro – localizado na Rua João Batista Machado. Uma área que dentro do acordo da Chácara Sonia Maria deveria ser tratada como área de preservação permanente dado ao Termo de ajuste de conduta assinado na frente do Sr° Promotor do Meio Ambiente Srº Alberto Marun. Mas como disse, este local serve apenas para deposito de entulhos de construção, restos de móveis velhos, descarte de materiais eletrônicos (computadores impressoras, televisões, etc), depósito de para choques velhos entre outros materiais.

Isso se dá por que a responsável – A prefeitura municipal de Sorocaba (com “s” minúsculo mesmo, pois é assim que ela faz com o meio ambiente) – não fiscaliza e quando é cobrada vem com respostinhas padrão tipo temos retiradas programadas, o volume é tanto e coisas do tipo, nunca assumindo que a empresa que tem por obrigação de fazer a limpeza e o recolhimento, para facilitar e ganhar tempo não retira o material jogado no chão e sim empurra o mesmo para área verde, onde até bem pouco tempo tínhamos nascentes que sumiram devido a estas ações de aterramento.

Pergunto a quem devo reclamar? A prefeitura? Se ela mesmo quando foi de seu interesse, implantou uma pista de MotoCross, colocando maquinas para devastar o pouco de mata nativa que ainda restava! Ao Ministério publico? Mas se o acordo foi assinado na sala do Promotor do Meio ambiente! Na data de hoje 17/11, no período da manhã – como pode ser observado “in loco” ou através da filmagem ou fotos que apresento – foi feito mais uma seção de aterramento neste mesmo local.  Já a noite um caminhão jogou entulhos no chão, sendo que as caçambas estavam vazias. Denunciei a policia ambiental o fato, mas até então sem sucesso.

Pode se observar que pelo menos mais de 5 metros já foram aterrados.

A empresa A. Fernandes, que é uma das recebedoras dos R$ 10.000,00 que a prefeitura paga por dia para as empresas de paisagismo, contratadas, é a responsável por este que no meu entendimento é um crime ambiental.

Como Sorocaba consegue ganhar selo Verde azul? Quais os critérios que envolvem esta premiação, pois quem aterra área de preservação, desmata, degrada, extingue nascentes e ainda não cumpre Termos de Ajuste de Conduta sobre o Meio ambiente jamais mereceria um selo Verde Azul. Mereceria sim, uma Advertência por descumprimento e a falta de compromisso com o futuro do planeta SOROCABA.

Srº Promotor do Meio Ambiente, por favor, olhe para este que é um problema ambiental gravíssimo.

Delso José da Costa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s