O DEM que quer acabar com as cotas e com o ProUni, agora quer impedir a volta da Telebrás

O deputado Paulo Bornhausen (DEM- SC) esqueceu o povo (se é que algum dia lembrou) e saiu em defesa das teles (os ricos), o deputado disse ontem que o DEM ingressará hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação contra as mudanças feitas no Sistema Telebrás. Segundo ele, será apresentada uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), utilizada para contestar atos do poder público que tenham causado lesão a preceito fundamental. A intenção é impedir que a Telebrás volte a atuar como empresa e passe a controlar o mercado de banda larga.
– Queremos suspender a possibilidade de a Telebrás voltar a ser empresa – explicou Bornhausen.
Decreto presidencial reativando a Telebrás foi publicado em maio deste ano. Mas a empresa nunca deixou de funcionar, porque continua com ações sendo negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo e no mercado internacional.
O principal objetivo do governo com a reativação da Telebrás é a implantação do Plano Nacional de Banda Larga. O Sistema Telebrás foi criado em 1972 para organizar os ativos estatais em telefonia – que incluíam a Embratel e as operadoras regionais. Em julho de 1998, as operadoras foram privatizadas por Fernando Henrique Cardoso PSDB.
Fonte: http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/
postado porDelso José da Costa
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s